HOME TLAXCALA
a rede de tradutores pela diversidade lingüística
MANIFESTO DE TLAXCALA  QUEM SOMOS ?  OS AMIGOS DE TLAXCALA   PESQUISAR 

AO SUL DA FRONTEIRA (América Latina e Caribe)
IMPÉRIO (Questões globais)
TERRA DE CANAà(Palestina, Israel, Líbano)
UMMA (Mundo árabe, Islã)
NO VENTRE DA BALEIA (Ativismo nas metrópoles imperialistas)
PAZ E GUERRA (USA, UE, OTAN)
MÃE AFRICA (Continente africano, Oceano índico)

ZONA DOS TUFÕES  (Ásia, Pacífico)
KOM K DE KALVELLIDO (Diário de um cartunista proletário)
TEMPESTADE CEREBRAL  (Cultura, Comunicação)
OS INCLASSIFICADOS 
CRÔNICAS TLAXCALTECAS 
O FICHÁRIO DE TLAXCALA  (Glossários, dicionários, fichários)
BIBLIOTECA DE AUTORES 
GALERIA 
OS ARQUIVOS DE TLAXCALA  

19/01/2020
Español Français English Deutsch Português Italiano Català
عربي Svenska فارسی Ελληνικά русски TAMAZIGHT OTHER LANGUAGES
 

Pascual  SERRANO پاسکوال سرانو


http://www.pascualserrano.net


Nascido em Valencia (Espanha) em 1964, Pascual Serrano licenciou-se em Jornalismo em 1993 na Universidade Complutense de Madrid. Deu os primeiros passos no jornalismo a trabalhar para o jornal espanhol ABC. Foi fundador e chefe de redacção da revista Voce, editada pela organização política Izquierda Unida.

Os seus trabalhos desenvolveram-se após as suas viagens ao México, Guatemala, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Colômbia, Venezuela, Cuba, Argentina, Bolívia, Iraque, Jordânia e Líbano.

Em 1996 fundou, juntamente com um grupo de jornalistas, a publicação electrónica Rebelión, que hoje em dia é um jornal alternativo na Internet.

É membro fundador da Red de Intelectuales y Artistas en Defensa de la Humanidad, criada no México em 2004.

Colabora habitualmente numa dezena de publicações latino-americanas sobre temas de comunicação e política internacional.

É co-autor dos livros "Periodismo y crimen""Washington contra el mundo" e compilador de "Mirando a Venezuela".

O seu último livro intitula-se ”Perlas. Patrañas, disparates y trapacerías en los medios de comunicación” editado em Espanha por El Viejo Topo. Em Cuba e na Venezuela foi editada uma versão adaptada: “Juego Sucio. Una mirada a la prensa española”.

Actualmente é membro do conselho de redacção das revistas Mundo Obrero, El Otro País e Pueblos, onde colabora habitualmente.

Desde Dezembro de 2005 é assessor editorial de Telesur, um canal de televisão promovido pela Venezuela com a participação de Cuba, Argentina, Uruguai e Bolívia, que pretende ser um modelo de comunicação alternativo aos meios dominantes do primeiro mundo.

Em Fevereiro de 2007 recebeu o primeiro prémio do Concurso Internacional de ensaio "Pensar a contracorriente", pelo seu trabalho "Violencia y medios de comunicación", convocado pelo Instituto Cubano del Libro, o Ministério de Cultura de Cuba e a Editorial Ciencias Sociales.

$ Ü Leia os artigos de Pascual Serrano em português publicados em Tlaxcala


 
 
 IMPRIMIR IMPRIMIR 

 ENVIAR ESTA PÁGINA ENVIAR ESTA PÁGINA

 
VOLVERVOLVER 

 tlaxcala@tlaxcala.es

HORA DE PARÍSI  4:12