HOME TLAXCALA
a rede de tradutores pela diversidade lingüística
MANIFESTO DE TLAXCALA  QUEM SOMOS ?  OS AMIGOS DE TLAXCALA   PESQUISAR 

AO SUL DA FRONTEIRA (América Latina e Caribe)
IMPÉRIO (Questões globais)
TERRA DE CANAà(Palestina, Israel, Líbano)
UMMA (Mundo árabe, Islã)
NO VENTRE DA BALEIA (Ativismo nas metrópoles imperialistas)
PAZ E GUERRA (USA, UE, OTAN)
MÃE AFRICA (Continente africano, Oceano índico)

ZONA DOS TUFÕES  (Ásia, Pacífico)
KOM K DE KALVELLIDO (Diário de um cartunista proletário)
TEMPESTADE CEREBRAL  (Cultura, Comunicação)
OS INCLASSIFICADOS 
CRÔNICAS TLAXCALTECAS 
O FICHÁRIO DE TLAXCALA  (Glossários, dicionários, fichários)
BIBLIOTECA DE AUTORES 
GALERIA 
OS ARQUIVOS DE TLAXCALA  

18/10/2017
Español Français English Deutsch Português Italiano Català
عربي Svenska فارسی Ελληνικά русски TAMAZIGHT OTHER LANGUAGES
 

Carta a Barack Obama


AUTOR:  Ilich RAMÍREZ SÁNCHEZ إلييتش راميريز سانشيز

Traduzido por  Alexandre Leite


POISSY, (França), 29 de Janeiro de 2009

Exmo. BARACK HUSSEIN OBAMA 
Presidente dos E.U.A 

Senhor Presidente,

A sua decisão de encerrar as prisões secretas da C.I.A., honra-o.

O nosso Camarada Bruno BRÉGUET, um cidadão suíço, foi raptado a 11 de Novembro de 1995 de um barco de travessia entre Itália e Grécia, numa operação especial com o apoio naval da NATO.

Rogamos-lhe que Bruno seja libertado.

Fomos informados de forma oficiosa, que Bruno faleceu acidentalmente durante um interrogatório numa base dos EUA no sul da Hungria.

Se Bruno está realmente morto, precisamos do seu corpo de volta, para que a sua família, amigos, e camaradas, possam fazer o luto na neutral Suíça, a este herói da Causa Palestiniana, e para que a sua alma eterna se junte aos nossos mártires no céu.

Não hesite em fazer com que os seus serviços contactem o meu advogado suíço Marcel BOSONNET, e a coordenadora da minha equipa de defesa, e querida esposa, Maître Isabelle COUTANT (PEYRE), do colégio de advogados de Paris.

Para apagar a infâmia ligada à base de Guantánamo, devolva esse território ocupado ao seu proprietário de direito, o povo cubano, neste 50º aniversário da sua revolução.

Rezo a Deus Todos Poderoso para que um dia os povos do nosso continente, finalmente livres, possam gritar a uma só voz: "Deus abençoe a nossa América!"

E como diria o seu avô Luo:

«ALLAHOU AKBAR! »

Saudações revolucionárias, Senhor Presidente, 


 
P.S. : Para que chegue a ler esta carta, ela será tornada pública.



Fonte: o autor

Artigo original publicado a 7 de fevereiro de 2009

Este artigo é para português de

Sobre o autor

Alexandre Leite é membro de Tlaxcala, a rede de tradutores pela diversidade lingüística. Esta tradução pode ser reproduzida livremente na condição de que sua integridade seja respeitada, bem como a menção ao autor, aos tradutores, aos revisores e à fonte.

URL deste artigo em Tlaxcala:
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?reference=7031&lg=po

  


NO VENTRE DA BALEIA: 08/02/2009

 
 IMPRIMIR IMPRIMIR 

 ENVIAR ESTA PÁGINA ENVIAR ESTA PÁGINA

 
VOLVERVOLVER 

 tlaxcala@tlaxcala.es

HORA DE PARÍSI  15:11